Como escolher o tamanho da prancha de surf

(4)

Não procure: nunca encontrará A prancha que melhor se ajusta a si, mas VÁRIAS pranchas adaptadas ao seu tamanho e à sua prática, em função das condições (do mar, da meteorologia). Existe uma diversidade de critérios para escolher o tamanho da sua prancha de surf. E escolher uma prancha não é algo fácil... Em primeiro lugar, é preciso ter em linha de conta a sua morfologia, o seu nível de prática e o seu spot de prática.

 

 

Tamanho do surfista e nível de prática

- Qual é o meu nível de prática no surf: Principiante? Intermédio? Avançado?

- Com que frequência é que faço surf ou desejo surfar: Todos os dias? Todas as semanas? Todos os meses? Apenas no verão?

- Qual é a minha motivação para ir surfar: Estou preparado a enfrentar as condições meteorológicas? Quero poder levantar-me e seguir as ondas? Desejo surfar como um profissional?

- Qual é a minha condição física: Pratico um ou mais desporto(s) além do surf (caminhadas, desportos coletivos, outros…)? Só pratico surf?

- Qual é o meu tamanho: Pequeno ou grande?

Graças a estas respostas, conseguirá determinar a sua prática. Vamos agora orientá-lo quanto à escolha do tamanho da sua prancha de surf!

 

Eis uma tabela para que possa escolher a prancha de surf consoante o seu peso e o seu nível. Para o nível avançado, a 6' será para ondas côncavas e potentes, a 6'6 e a 6'2 para as ondas mais moles e a longboard 9', que é uma prancha "perf'", logo, adequada a todos os tipos de ondas. A fish 6' pode também ser adaptada a um nível avançado, para as ondas estivais.

 



Com a ajuda desta tabela, escolha a sua prancha de surf.

 

A morfologia de uma prancha de surf

O que é a Outline de uma prancha de surf?

A outline (“contorno” em português) corresponde à forma geral da prancha.



É ela que definirá as cotas (medidas). São indicadas a 90% em foot/inch (pés/polegadas): trata-se de unidades de medida anglo-saxónicas. A harmonia da prancha situa-se entre o comprimento, a largura e a espessura.



 

 

Trata-se da curva que confere esta forma “em banana” à prancha (vista de lado).



Uma prancha com pouco rocker (plana) é mais rápida, porque terá maior capacidade de flutuação na remada. Oferecerá uma melhor partida no take-off nas ondas pequenas, mas será também mais difícil de fazer rodar.



Uma prancha com muito rocker é mais manejável e permite um melhor take-off nas ondas côncavas e potentes.



Uma prancha estreita e longa com rocker destina-se às ondas côncavas e potentes (um gun, por exemplo), ao passo que uma prancha larga e curta com pouco rocker será mais aconselhável para as ondas pequenas, mais moles e de nível principiante.

 

Para começar, aconselhamo-lo a escolher uma prancha de 2,20 m (7'2) a 2,60 m (8'6). São as chamadas Malibus ou ainda as longboards (a partir de 2,74 m = 9').

 

 

Escolha uma prancha que flutue (com volume), que seja fácil de aceder, espessa, larga e com pouco rocker para sentir, desde logo, sensações de deslize puro!

Guia dos tamanhos de pranchas de surf:

Na maior parte das vezes, o tamanho de uma prancha de surf é indicado em pés/polegadas. Segue-se uma tabela de conversão: pés/polegadas-metros/centímetros

1 polegada = 2,54 centímetros



12 polegadas = 1 pé, ou seja, 30,48 centímetros



Por exemplo: uma prancha shortboard 5’11 = 180,34 centímetros



A ter em conta: não se esqueça das pranchas de espuma. Permitem-lhe surfar as suas primeiras ondas em total segurança, sem negligenciar o desempenho.

 

 

 

 

Qual a prancha de surf para o verão?

 

No verão, as ondas são mais moles do que no inverno. A sua prancha de surf deverá, então, apresentar um volume mais consequente para que não se esforce para expressar o seu surf.

 

Solidez e manutenção

A solidez de uma prancha de surf depende principalmente do componente da prancha e da tecnologia que lhe é conferida.

 

PRANCHA DE EPÓXI

PRANCHA DE POLIÉSTER

PRANCHA DE ESPUMA

Prancha concebida com uma resina firme revestida com um verniz chamado Gel Coat. Este tipo de prancha resiste aos afundamentos, mas está sujeito a pequenas perdas de tinta.

Prancha concebida com uma resina mais mole. Este tipo de prancha está sujeito a afundamentos, mas é facilmente reparável, ao contrário das pranchas de epóxi. O uso de tábuas de madeira reforça a solidez da prancha.

Prancha concebida em espuma de polistireno. A característica do polistireno é absorver os choques e evitar os afundamentos. O uso de tábuas de madeira reforça a solidez da prancha.

 

 

A manutenção:

 

Manter devidamente uma prancha de surf é, antes de mais, cuidar dela para evitar danificá-la. É por isso que, quando a transporta, é vivamente aconselhável colocá-la numa capa, que absorverá os choques.

Os locais mais propensos aos choques são o nose e o tail. Pode utilizar um noseguard para as pequenas reparações do nose, ou como uma espécie de proteção.

 

Detalhe de segurança

 

Um lembrete com importância! Para praticar surf em total segurança, deve ter no seu material os elementos seguintes:

O leash: 1,9 m para as shortboards, 2,4 m para as minimalibus e 3 m para as longboards;

- A wax: proporciona uma melhor aderência sobre a prancha. A sua escolha faz-se em função da temperatura da água;

O top: para que se proteja do sol e das fricções.

 



 

 

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Validação
HAUT DE PAGE