Como escolher o seu equipamento de surf para o inverno

(1)

Fazer surf no inverno? Mas vai ficar congelado! A verdade é que não: é possível fazer surf com uma temperatura exterior negativa e numa água a 10 °C! Implica apenas motivação e um bom equipamento previamente escolhido. A vantagem nestas condições é poder fazer surf com um pequeno grupo e ondas perfeitas. Para tal, é necessário estar minimamente preparado. Vamos, pois, abordar os pontos-chave para uma sessão de surf bem conseguida.

 

surf-no-inverno

 

Antes da sessão de surf

Antes de qualquer iniciativa, pergunte-se se a sua condição física lhe permite poder enfrentar as intempéries, quer se trate de uma constipação ou do início de uma angina. A verdade é que não deve negligenciar a sua condição física, a qual poderá sofrer um agravamento depois de uma sessão de surf, por mais agradável que seja.



Gosta de estar em boa forma? OK! Fazer surf no inverno tem que ver com a cabeça. O seu estado mental fará a diferença relativamente às ideias recebidas e, até um certo limite, nunca está demasiado frio. Esteja apenas preparado para a frescura tonificadora da água e o seu equipamento fará o resto.



Aqui está você no parque de estacionamento. É típico de si não ter dado meia-volta! Sai do carro e vai conferir as ondas. Condições ótimas neste mês de dezembro: 2 graus no exterior e a água a 8. Pode começar a equipar-se.



Duas soluções: mudar-se no carro com o resto do aquecimento, embora tal exija talentos de ginasta! Ou então optar pela “mudança no parque de estacionamento”.



No caso da segunda solução, precisará de um tapete para o chão. O frio engelha rapidamente os pés e o chão pode tornar-se verdadeiramente agressivo. O seu poncho irá protegê-lo do frio enquanto veste o fato de neopreno (e preservará a sua intimidade).



A não esquecer: a tecnologia dos fatos modernos permite que, atualmente, os surfistas estejam à vontade na água para praticarem surf no inverno.



Opte por escolher um fato bastante espesso, em função das temperaturas da água onde faz surf (habitualmente 4/3 mm ou 5/4/3 mm para o surf em Portugal no inverno).



Os 3 números indicam a espessura do neopreno a nível do tronco, costas, pernas e braços. Os 2 números indicam a espessura a nível do tronco, seguida pela espessura a nível dos braços.



Se, ainda assim, continuar com frio, acrescente um top de neopreno 0,5 mm ou um top polar debaixo do fato, em contacto direto com a pele.



Proteja as extremidades em função das condições climáticas com a ajuda de luvas, sapatos e um passa-montanhas de neopreno (este será sobretudo útil no caso de um vento fresquinho ou se tiver de fazer uma série de "duckdives" para chegar ao pico).



Truque: se faz surf com regularidade, é aconselhável utilizar tampões para os ouvidos para impedir qualquer risco de exostose, o qual pode surgir ao fim de vários anos de prática.

 

 

poncho-surf-inverno

Mesmo no inverno deve utilizar creme solar. Como a sua pele deixou de estar habituada aos raios solares, não hesite em aplicar o referido creme no rosto.



Para acabar, não se esqueça da cera para obter uma aderência ideal na prancha de surf.

Naturalmente, antes de sair de casa, deve elaborar uma lista do equipamento a NÃO ESQUECER!



-   tapete para o chão

-   poncho

-   fato de neopreno

-   sapatos (é melhor calçar os dois)

-   luvas (comentário idêntico ao dos sapatos)

-   passa-montanhas

-   top de neopreno ou polar

-   tampões para os ouvidos

-   creme solar (sim, sim!)

-   cera de inverno (consoante a temperatura da água)



Sem esquecer a(s) sua(s) prancha(s) de surf

 

Durante a sessão de surf

Ei-lo finalmente pronto. Não se esqueça de fazer um pequeno aquecimento antes de entrar na água: além de preparar os músculos, o neopreno oferece um excelente isolamento térmico, o que lhe permitirá ter calor.



Uma vez na água, sentirá o frio penetrante. Nos primeiros mergulhos com a cabeça debaixo de água, pode ficar com uma sensação de “barra no crânio”. Não tenha medo, o seu cérebro não congela... é o seu corpo a habituar-se à temperatura da água. De um modo geral, conseguirá aclimatar-se ao fim de uma dezena de minutos.



Se esta sensação persistir e provocar o surgimento de estrelas no seu campo de visão, mantenha-se próximo da margem e não hesite em voltar para a praia se não se sentir bem.



O seu corpo precisa apenas de alguns minutos a mais para se habituar.

É por estes motivos que é vivamente recomendado surfar em grupo, para que estejam atentos uns aos outros (igualmente válido quando faz surf no verão).



Conselho: ouça o seu corpo durante a sessão de surf e não o leve para além dos limites. Mesmo que a sua sessão não tenha durado mais de 45 minutos, já é suficiente.



Atenção ao cair da noite quando se faz surf no inverno: pode chegar com extrema rapidez e mais cedo do que se imagina.

 

Depois da sessão de surf

Orgulhoso e contente por ter podido desfrutar das ondas do inverno! Mas ainda não acabou! Agora tem de se mudar.



No inverno, tente abrigar-se do vento ao máximo para evitar o efeito “arrepios”. Prepare com antecedência a roupa que irá vestir para ser eficaz (t-shirt corretamente virada, calças no sítio certo, etc.).



Truque: prepare uma garrafa de água quente antes de sair para fazer surf, que irá servir para aquecer as mãos e pés, que podem estar engelhados!



Não hesite em tapar-se bem o mais rapidamente possível (polar, colete corta vento, meias grossas, etc.), seque bem o cabelo e coloque um gorro ou um capuz de modo a limitar as perdas de calor pela cabeça.



Por último, o termos de café, chá ou chocolate quente (a partilhar) irá aquecê-lo e poderá transformar o fim da sessão com os seus amigos num momento de convívio!



 

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Validação
HAUT DE PAGE